top of page
  • Foto do escritorCAOP

Consulta pré anestésica: Precisa disso?

Atualizado: 2 de jul. de 2018

Cirurgia marcada. Exames feitos. Passei com o cardiologista. Tudo pronto? Ainda não. Falta o anestesiologista!



De acordo com a Resolução 1.802/2006 do Conselho Federal de Medicina, o paciente, ao ser encaminhado para um procedimento cirúrgico com anestesia, deve passar por uma avaliação pré-anestésica. Essa consulta é feita por um médico anestesista e tem como objetivo avaliar as condições clínicas do paciente, esclarecer dúvidas, recomendar preparos especiais, além de planejar a técnica mais adequada e segura visando reduzir o risco de complicações no procedimento cirúrgico.



"A avaliação anestésica não é apenas importante. Ela é obrigatória antes de

cirurgias eletivas."




Resumidamente, os objetivos da consulta pré-anestésica são:


- Determinar o estado de saúde do paciente;

- Diagnosticar doenças ocultas, que poderiam causar complicações inesperadas durante a anestesia;

- Examinar os riscos a que o paciente será submetido, para os evitar ou minimizar;

- Eleger o curso a seguir mais adequado para o paciente, já que determinados anestésicos podem agravar certas doenças ou desordens.



É muito importante levar para esta consulta os exames laboratoriais que o cirurgião já solicitou, a avaliação do cardiologista e outros exames complementares, como eletrocardiograma, ecocardiograma, teste ergométrico... O importante é que não falte nada para que o anestesiologista tenha condições de tomar a conduta correta no dia da cirurgia! Se necessário, o anestesiologista solicitará exames adicionais ou até mesmo encaminhará você para outro especialista antes da cirurgia.


A anestesia segura começa com a consulta pré-anestésica. Ela é indispensável para garantir o bom andamento de qualquer cirurgia.

39 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page